A Próstata

A próstata é uma glândula que existe apenas no sistemal genital masculino. É ela que produz o líquido espermático. Apesar de pequena, do tamanho de uma castanha, a próstata pode gerar importantes problemas de saúde para o homem. Como é posicionada perto da bexiga, quando a próstata aumenta de tamanho, ela pode obstruir a passagem da urina tornando o jato fraco e o esvaziamento da bexiga difícil. Com os anos, a prostatá de todo homem aumenta. Quando esse aumento é além do esperado, atrapalhando a micção, o chamamos de hiperplasia benigna de próstata. Essa condição é tratado com muito êxito devolvendo a qualidade de vida para o homem. Uma doença mais perigosa, é o câncer de próstata. Todo homem deve perguntar ao seu médico urologista como rastrear o câncer de próstata e quando deverá iniciar a realização do PSA, um exame de sangue que ajuda no diagnóstico.  

Quando procurar um urologista?

  • Seu jato de urina está fraco
  • Você tem de ir ao banheiro inúmeras vezes ao dia
  • A bexiga parece que não esvazia-se completamente
  • Cada vez que vai ao banheiro urina pouco e logo sente urgência de ir ao banheiro novamente
  • Urinar é doloroso ou o aspecto da urina está diferente (cor diferente, espuma na urina)
  • Há casos de câncer de próstata na família
  • Você tem mais de 45 anos e nunca fez exame de PSA ou já faz mais de ano desde a última dosagem do PSA
 

DESMISTIFICANDO O TOQUE RETAL

O que é o PSA? O PSA (Prostate Specific Antigen) é uma proteína produzida em quase sua totalidade pela próstata. A dosagem dessa proteína no sangue, seguida da leitura e interpretação de suas variações no tempo, associada à história clínica do paciente, permitem ao urologista formular um diagnóstico da situação prostática. 1- Se o PSA dosado mostra níveis considerados elevados, independentemente da idade, e o paciente sofre de distúrbios urinários agudos (dor, febre, desconforto urinário e dificuldade miccional), a leitura será de evolução de um processo inflamatório/infeccioso da próstata (Prostatite). Com o tratamento específico, os níveis do PSA retornam aos valores normais. 2- Se o paciente com mais de 45 anos apresenta PSA em elevação, aumento progressivo do volume prostático e presença de sintomas urinários, a leitura será de uma Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP). 3- Se o paciente de mais de 45 anos, sem sintomas urinários, mas com curva do PSA ascendente e elevação anual superior a 40%, independente da dosagem inicial de base, a suspeita será de processo maligno (Adenocarcinoma da Próstata) em evolução. A indicação é a biópsia prostática para diagnóstico definitivo. 

A especificidade e sensibilidade do PSA são superiores às do Exame Digital Retal e da Ultrassonografia Prostática, mesmo a transretal. Conforme demonstrou Angulo e colaboradores em trabalho clássico realizado na Wayne State University, Detroit, USA, o exame digital retal, realizado em um mesmo paciente por três urologistas diferentes, conduzia a diagnósticos díspares em 90% dos casos testados. *Na ilustração é possível ver que no toque não se consegue examinar a face anterior da próstata. Concluindo, nenhum outro recurso é mais valioso e acurado que a curva do PSA na avaliação das doenças prostáticas. Este exame deve ser realizado com a periodicidade de 1 ano para homens com mais de 45 anos. Eu recomendo aos meus pacientes que façam esta coleta no mês dos seus aniversários para melhor fixação e memorização da data. Lembrem-se: Uma coleta de sangue pode evitar danos irreparáveis a sua vida. O tratamento do Adenocarcinoma da Próstata na sua fase inicial permite um índice de cura superior a 90%.

 

O Toque retal NÃO é imprescindível no diagnóstico precoce do Câncer da Próstata. Além de depender da sensibilidade e experiência do examinador, tem o poder de afastar um grande número de homens do consultório dos urologistas por puro preconceito, e bastaria que se submetessem a uma dosagem anual de PSA para terem um controle biológico da sua próstata.

toqueretal